apresentação


testo de bom dia


" Não quero ser na tua vida o início do fim, nem o fim de um começo, mas o início de um começo sem fim."

Bem Vindos

Bem Vindos ao Cantinho Poético

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

0

Agradeça ao Pai

Agradeça ao Pai 
 
CADA dia, 
nova etapa de trabalho é iniciada. 
Lembre-se de agradecer ao Pai 
o ensejo do repouso que lhe concedeu, 
e prepare-se para executar as tarefas, 
de que está encarregado, 
com alegria e boa vontade. 
Agradeça também, 
o trabalho que lhe proporciona 
o pão de cada dia, 
e procure executá-lo 
da melhor forma de que for capaz. 
O trabalho bem executado 
traz-nos a alegria 
do dever cumprido. 
 
Livro : Minutos de Sabedoria 
Autor : Carlos Torres Pastorino
0

Dia de Luz

Dia de luz 
 O despertador toca e você acorda. 
Abre os olhos e torna a contemplar 
as mesmas cenas do ontem. 
 Pela sua mente ágil, 
as dores sofridas passam 
em cenário cinematográfico. 
Você sente o corpo dolorido e cansado. 
Na boca, o gosto da amargura, que como fel, 
lhe fere o paladar. 
 Novo dia... 
Contudo, embora a noite de sono, 
não serão novas as lutas. 
Os problemas financeiros 
não se solucionaram no intervalo de algumas horas. 
A enfermidade que se abateu em seu lar não partiu. 
 Ao contrário, 
você a sente mais presente do que nunca, 
nos gemidos que já lhe chegam aos ouvidos. 
 Há que erguer-se do leito e retornar às lutas. 
A mesma luta. 
 Você sente desânimo e pensa: 
Por que Deus não me tirou a vida, 
enquanto dormia? 
Sinto-me exausto. 
Não desejo mais sofrer, nem lutar. 
 No entanto, os minutos correm céleres 
e é preciso retomar as atividades. 
Entre a tristeza e o desalento, 
você se ergue e abre a janela. 
 Neste instante, 
o sol lhe bate em cheio na face 
e ilumina o seu quarto. 
Faz-se luz e a luz espanca as trevas. 
 É novo dia - informa-lhe o sol. 
 Há alegrias no ar - cantam os pássaros. 
 A brisa da manhã o envolve 
e a natureza toda o convida a reformular 
suas disposições íntimas. 
 Pare um instante. 
Encha os seus pulmões com o ar 
renovado da manhã. 
Respire profundamente. 
Contemple o azul do céu 
e dirija ao Criador a sua prece. 
 Prece de gratidão por mais um dia no corpo. 
 Em vez de rogar a Deus que lhe tire a vida, 
rogue-Lhe forças para o combate. 
 É dia novo. 
Você não pode imaginar o que a Divindade 
lhe reservou para hoje. 
Pense em quantas pessoas almejariam 
estar em seu lugar, agora. 
 Enfermidade, dor, desemprego 
são problemas a serem administrados 
e equacionados, ao longo da existência. 
 Recorde que a Divindade 
lhe providenciou um dia de luz 
para você treinar, outra vez, 
disciplina, paciência, perdão. 
 Não perca a oportunidade. 
Não jogue fora as chances 
de crescimento e resgate. 
 E hoje, enquanto você sofre, luta e espera, 
alegre-se com os sons da vida, 
com o sorriso das crianças, 
com o colorido da Natureza que o Pai Criador 
dispôs especialmente para você. 
 Sorria. 
As lutas poderão ser semelhantes, 
mas não idênticas. 
 Porque dia como este nunca houve 
e não haverá outra vez. 
 Deus não se repete. 
Detenha-se a descobrir detalhes 
e observe a riqueza que o circunda. 
 Amigos, colegas, brincadeiras, abraços. 
 Nada será igual ao que já foi. 
 Desfrute deste dia integralmente, 
porque dia igual a este só se vive uma vez. 
 Cada dia é bênção nova. 
Cada minuto é oportunidade espontânea 
de crescimento. 
 Pense nisso! 

Divaldo Franco

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

0

Natal Somos Nós!

Natal Somos Nós! 
Natal somos nós quando decidimos nascer de novo, 
a cada dia, nos transformando. 
Somos o pinheiro de natal quando resistimos vigorosamente aos tropeços da caminhada. 
Somos os enfeites de natal quando nossas virtudes, nossos atos, são cores que adornam. 
Somos os sinos do natal quando chamamos, congregamos e procuramos unir. 
Somos luzes do natal quando simplificamos 
e damos soluções. 
Somos presépios do natal quando nos tomamos pobres para enriquecer a todos. 
Somos os anjos do natal quando cantamos ao mundo 
o amor e a alegria. 
Somos os pastores de natal 
quando enchemos nossos corações vazios 
com Aquele que tudo tem. 
Somos estrelas do natal 
quando conduzimos alguém ao Senhor. 
Somos os Reis Magos 
quando damos o que temos de melhor, 
não importando a quem. 
Somos as velas do natal 
quando distribuímos harmonia por onde passamos Somos Papai Noel quando criamos lindos sonhos 
nas mentes infantis. 
Somos os presentes de natal 
quando somos verdadeiros amigos para todos. 
Somos cartões de natal 
quando a bondade está escrita em nossas mãos. 
Somos as missas do natal 
quando nos tomamos louvor, oferenda e comunhão. Somos as ceias do natal quando saciamos de pão, 
de esperança, qualquer pobre do nosso lado. 
Somos as festas de natal 
quando nos despimos do luto e vestimos a gala. 
Somos sim, 
a Noite Feliz do Natal, 
quando humildemente e conscientemente, 
mesmo sem símbolos e aparatos, 
sorrimos com confiança e ternura 
na contemplação interior de um natal perene 
que estabelece seu Reino em nós. 
Obrigado Jesus! 
Por vossa luz, perdão e compreensão. 

 Feliz Natal, Amigo!