apresentação


testo de bom dia


" Não quero ser na tua vida o início do fim, nem o fim de um começo, mas o início de um começo sem fim."

Bem Vindos

Bem Vindos ao Cantinho Poético

terça-feira, 20 de março de 2012

0

União


UNIÃO



A união de dois seres absolutamente desconhecidos neste plano, deve-se a um acordo feito bem antes de virem para cá.
Uniões bem raras hoje em dia são as uniões de amor verdadeiro, de espíritos amigos que se entendem com um simples gesto, com um simples olhar.
Essa união é uma união abençoada, pois são dois corações iluminados como lanternas dentro de um lar, onde a doçura, a afabilidade, a amizade, o respeito e o amor reinam entre eles e seus filhos.
Imagine-se num oásis a beira de um deserto, com um céu azul e calmo, água fresca e onde só existe areia, uma palmeira a lhe dar sombra para refrescar-se do calor exaustivo.
Esse lar que lhe falo é como o oásis no meio do deserto, calmo, manso, tranqüilo...
Mas existem também "casamentos de conveniência", cármicos, onde é preciso recuperar o tempo perdido em outras épocas, onde muitas vezes a atração, o desejo, e a paixão predominam. É como um verniz que com a convivência se desgasta, perde o brilho, a beleza, e para continuar convivendo, há que esforçar-se para que o verniz não se acabe de todo, para que não se perca novamente o tempo já resgatado.
Sim é difícil, mas é o que se tem que fazer. Tentar, não esmorecer, levar adiante suas promessas para que não se perca no tempo e no espaço, tantos sacrifícios já superados.
Infelizmente essa é a união mais comum entre os seres humanos.
Famílias desmoronam-se, às vezes completamente, sem equilíbrio, com seus filhos sofrendo essa pressão contínua.
Pais embebedam-se para não esmorecerem e por não terem coragem de enfrentar o seu destino.
Destino esse que muitas vezes escolheu para si mesmo, prometendo não esmorecer.
Mas, como é difícil! Mesmo porque nem ao menos lembra-se dessas promessas!
Por isso devemos estar sempre com a mente voltada para Deus, para que Ele nos dê a força necessária para vivermos plenamente nossas vidas, com os companheiros que elegemos em épocas mais distantes e que hoje, muitas vezes, não correspondem às nossas expectativas. O que importa quanto tempo passou? Importa sim é que sigamos nossos caminhos, amparando nossos companheiros na hora da precisão, respeitando-os, alegrando-os, mesmo que não tenhamos tantas alegrias assim. Podemos tentar viver um dia por vez, vigiando nossos pensamentos, afastando as imperfeições e envolvendo nossos lares com muito amor, carinho e compreensão.
Que Deus abençoe todos os lares.

Um amigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

**************Seja Bem Vindo(a)! Deixe seu comentário ou sugestão. Obrigada